Theodor Herzl
Escritor e político judeu nascido em Budapest, Hungria, criador do sionismo como movimento político, dirigido a estabelecer uma pátria judaica. Educado em Budapest, transferiu-se com a família para Viena (1878), onde concluiu, seis anos depois, o curso de direito, mas não exerceu a advocacia, preferindo dedicar-se à literatura, ao jornalismo e à dramaturgia. Passando a trabalhar em Paris (1891) como correspondente da revista Neue Freie Presse, ficou impressionado negativamente com o clima anti-semita na capital francesa, a ponto de concluir pela impossibilidade de integração dos judeus em outras sociedades e que a única solução seria a emigração organizada dos judeus para um estado próprio. De volta a Viena, concentrou seus esforços na organização do primeiro congresso sionista, que se realizou na Suíça (1897). Foi eleito presidente da Organização Sionista Mundial e prosseguiu pelo resta de sua vida nas atividades na imprensa e o trabalho pela criação do estado judeu. Morreu em Edlach, Áustria, quatro décadas e meia antes da realização de seu sonho: a fundação do Estado de Israel. Seus restos mortais foram transladados para Israel (1949) e sepultados na colina que leva seu nome. Escreveu, entre outras obras, Der Jundenstadt (1896) e Altneuland (1902).




 





Redes Sociais
Rua Rio Grande do Norte, nº477 – Funcionários - Belo Horizonte - MG | CEP: 30130-130
Telefone: (31) 3224-6673 | e-mail: fisemg@fisemg.com.br