Notícias
Um dos primeiros testemunhos sobre o Holocausto é publicado no Brasil

Um dos primeiros
testemunhos sobre o Holocausto
é publicado no Brasil

 

 

O livro “Estado Secreto”, escrito por Jan Karski, ex-diplomata e oficial do Exército polonês, é um dos primeiros testemunhos sobre o Holocausto, publicado em 1944, antes do final da Segunda Guerra Mundial. Setenta e um anos depois, o clássico ganha sua primeira edição brasileira, pela Editora Objetiva. O autor alertou o mundo para o genocídio do povo judeu, que ele presenciou “in loco” no Leste europeu.

A obra inclui os documentos que ele apresentou em mãos ao presidente Roosevelt, em 1943, relatando o que vira no Gueto de Varsóvia e no campo nazista de Izbica. Durante a Segunda Guerra, tornou-se militante da Resistência. Capturado pelos nazistas e posteriormente resgatado, foi designado em 1942 como emissário do governo polonês exilado em Londres e se tornou uma das primeiras testemunhas oculares do Holocausto. Jan Karski entrou clandestinamente duas vezes no Gueto de Varsóvia e, mais tarde, no campo de concentração de Izbica Lubelska, disfarçado de guarda. Também viajou pela Europa organizando jornais clandestinos e investigando os horrores praticados pelo Exército alemão. Sobre o gueto, escreveu: "Por todo lado era a fome, o sofrimento, o cheiro nauseabundo dos cadáveres em decomposição, os lamentos dilacerantes das crianças em agonia, os gritos de desespero de um povo que se debatia numa luta monstruosamente desigual".

Em 1944, o livro tornou-se best-seller instantâneo. Mas por mais de 30 anos, Karski permaneceu em silêncio sobre sua experiência. Quando o cineasta francês Claude Lanzmann estava produzindo um documentário sobre o Holocausto (“Shoah”, finalizado em 1985), Karski deu depoimentos sobre a indiferença do mundo e sobre o encontro com Roosevelt. Em 1994, recebeu o título de cidadão honorário de Israel e declarou: ''Hoje, eu, Jan Karski, Kozielewski de batismo, polonês, americano e católico, também sou israelita! Gloria, Gloria in excelsis Deo. Este é o dia mais importante e de maior orgulho da minha vida. Com o título de cidadão honorário do Estado de Israel, eu cheguei à fonte espiritual da minha fé cristã!'' Ele teve seu nome indicado por Israel para o Nobel da Paz.

Fonte: AlefNews



Redes Sociais
Rua Rio Grande do Norte, nº477 – Funcionários - Belo Horizonte - MG | CEP: 30130-130
Telefone: (31) 3224-6673 | e-mail: fisemg@fisemg.com.br