Notícias
Atentado a AMIA é relembrado por estudantes argentinos

 


12 de Julho de 2013 - Por Iton Gadol

 


Nesta quinta-feira(11.07), em Buenos Aires, cerca de trezentos jovens de escolas judaicas e não-judaicas, privadas e públicas, empurraram o "Carro da Memória" desde o Hospital de Clínicas até a porta da AMIA(Associacion Mutual Isrealita Argentina), em lembrança ao 19º aniversário do ataque terrorista que matou 85 pessoas e deixou centenas de feridos na Capital Argentina no ano de 2004. Os alunos foram acompanhados pelo autor da obra, o artista plástico Jorge Caterbetti, autoridades da AMIA, como Mario Sobol - secretário geral, Ariel Cohen Sabban - tesoureiro e o CEO Daniel Pomerantz.

A ação aconteceu antes da palestra do Ministro da Educação Nacional, Alberto Sileoni, o carro(obra) ficou estacionado em frente a garagem do edifício da comunidade judaica e mais tarde tranferido para o interior do prédio, onde ficou em exposição.

Em declarações à Agência de Notícias Judaica, Sabban referiu-se ao aniversário do ataque, que completará 19 anos na próxima semana(18.07), "É um ato que envolve toda sociedade argentina a partir da lembrança deste episódio, sem dúvida vamos fazer o pedido apropriado para que a justiça venha a ser concretizada e os responsáveis ​​por este terrível ataque tenham um julgamento justo " disse Sabban. "Temos que educar desde a infância. Estamos cumprindo a tarefa de ensinar essas crianças que, em sua maioria, não eram nascidas no ano do ataque. Entendemos a importância de que nossas crianças saibam que temos memória e, desta forma, projetar que a justiça um dia chegará", acrescentou.

Enquanto isso, Sobol disse: "Infelizmente, o 'Carro da Memória' ​​representa 19 anos sem justiça". Ele também mencionou que o próximo ano marcará o 120 º aniversário da AMIA, juntamente com o 20 º aniversário do ataque. "O povo judeu está acostumado a ir da tristeza à alegria e vai ser um ano pesado para nós. Realmente passaremos por isso, pela alegria e pela dor. Esperamos que no próximo ano possamos também comemorar", disse ele. O secretário-geral da AMIA também destacou a importância de ter uma presença expressiva durante a cerimônia oficial de 18 de julho. "Nós não vamos ceder em nenhum momento neste novo objetivo realizado pelo comitê executivo. Seguiremos o caminho da reivindicação, da verdade e da justiça", completou.

Por sua vez, o curador do projeto e diretor do Espaço de Arte da AMIA , Elio Kapszuk, disse que "o carro significa a lentidão da justiça, mas capaz demosntra a possibilidade de mobilidade: suas rodas giram sobre a causa, que é o testemunho do que aconteceu."

Assista o vídeo da ação:
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=-V2o3RPa5ig

Fonte: http://www.itongadol.com.ar



Redes Sociais
Rua Rio Grande do Norte, nº477 – Funcionários - Belo Horizonte - MG | CEP: 30130-130
Telefone: (31) 3224-6673 | e-mail: fisemg@fisemg.com.br