Notícias
Yom HaZikaron e Yom Haatzmaut

Yom haZikaron e Yom Haatzmaut


Um dos melhores exemplos da convivência entre dor e alegria na História Judaica e na sociedade israelense é a proposital proximidade entre estas duas datas:

Em Israel, na noite deste sábado, terá início o Yom haZikaron LeChalalei Maarechot Israel veLeNifgaei Peulot haEivá (O Dia da Recordaçao pelos Caídos nas Batalhas de Israel e Vítimas do Terrorismo - יום הזכרון לחללי מערכות ישראל ולנפגעי פעולות האיבה).

Trata-se de um solene feriado civil, também observado por muitos judeus ao redor do mundo, dedicado à memória dos 22.648 israelenses, membros das forças de segurança (forças armadas, polícia e demais instituições de segurança), além dos membros das organizações paramilitares anteriores à criação do Estado de Israel e dos 2.431 mortos em atentados terroristas, desde 1860 (números de 2010).

Logo após o pôr-do-sol, às oito da noite, uma sirene toca por um minuto em todo o país, dando início às cerimônias, sendo a principal realizada em frente ao Muro das Lamentações, em Jerusalém, com todas as bandeiras israelenses sendo colocadas a meio-mastro. Pela manhã, às 11 horas, é ouvida uma segunda sirene, desta vez de dois minutos, quando as pessoas param suas atividades (mesmo os que estão dirigindo) e prestam uma silenciosa homenagem aos que deram suas vidas em prol da existência de um Estado Judeu na Terra de Israel, e da defesa deste.

É um costume visitar, neste dia, os túmulos dos parentes mortos em guerras e atentados. Um milhão e meio de israelenses são esperados nos cemitérios, entre eles o Ramatkal (O Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas), que geralmente visita e estende uma bandeira nacional sobre o túmulo do último soldado israelense caído.
 

Ao final do dia, por volta das oito da noite, têm início as comemorações do Yom haAtzmaut (Dia da Independência - יום העצמאות), quando as bandeiras nacionais voltam a tremular no alto dos mastros.

Yom haAtzmaut é um grande feriado nacional, além de um dia de muita alegria para os judeus de todo o mundo, por celebrar o quase miraculoso re-estabelecimento da soberania judaica sobre a Terra de Israel. É um dia de churrasco ao ar livre e de grandes eventos nacionais, como a entrega do Prêmio Israel àqueles se destacaram em diversas áreas da sociedade e o Concurso Internacional de Conhecimentos Bíblicos.

Os religiosos-sionistas interrompem a seriedade do período do Omer (contagem de sete semanas entre Pessach e Shavuot) para um dia de orações alegres de agradecimento e é possível ver um grande número de bandeiras nacionais expostas pelo país.

São realizadas paradas militares, shows de acrobacias aéreas, fogos de artifício e inúmeras apresentações artísticas ao ar livre, pelas praças e parques de todo o país.
 
Declarada em 14 de maio de 1948, a Independência do Estado de Israel é celebrada anualmente de acordo com sua data hebraica: 5 de Yar de 5708.
 
 


Redes Sociais
Rua Rio Grande do Norte, nº477 – Funcionários - Belo Horizonte - MG | CEP: 30130-130
Telefone: (31) 3224-6673 | e-mail: fisemg@fisemg.com.br