Notícias
Diários inéditos retratam levante do Gueto Varsóvia

 

Para celebrar os 70 anos do início do Levante do Gueto de Varsóvia, o Museu dos Combatentes do Gueto, em Israel, divulgou dois diários inéditos de combatentes. A cerimônia contou com a presença do presidente Shimon Peres. No primeiro diário, um advogado de 37 anos descreve como era a vida no gueto, a atuação dos judeus e a sua deportação. “Agora são 14h. Eles vão nos levar esta noite. Quando amanhecer, eu não vou estar vivo. O cálculo é simples – é a última vez que eu estou vendo o céu azul entre as nuvens”, escreveu. O segundo diário pertenceu a uma mulher não identificada que era membro do grupo de resistência. “Dez dias de conflito com o nosso inimigo sedento de sangue, que tem a intenção de nos destruir completamente. Temos que sobreviver, temos esperança de que vamos sobreviver. Estamos lutando por justiça e pelo direito de viver”, relatou. Antes de serem doados para o museu, ambos os diários faziam parte da coleção de Adolf Berman, ativista da resistência e sobrevivente dos campos de extermínio nazistas, que guardou cartas, diários e documentos sobre a guerra. Fonte: Conib.



Redes Sociais
Rua Rio Grande do Norte, nº477 – Funcionários - Belo Horizonte - MG | CEP: 30130-130
Telefone: (31) 3224-6673 | e-mail: fisemg@fisemg.com.br