Notícias
Filarmônica de Israel terá trompetista brasileiro.

Elieser ao lado de Zubin Mehta, após audição que o selecionou para a Orquestra Filarmônica de Israel (Foto: Arquivo Pessoal / Elieser Fernandes Ribeiro)Elieser ao lado de Zubin Mehta, após a audição
(Foto: Arquivo Pessoal / Elieser Fernandes Ribeiro)

Após ter concorrido com músicos de diversos países e passados 14 meses do momento em que foi aprovado na audição para a Filarmônica de Israel, o trompetista de Sumaré (SP) Elieser Fernandes Ribeiro tem quase tudo preparado para a mudança. Ele embarca para Tel Aviv nesta sexta-feira (28), onde integrará a orquestra comandada pelo maestro indiano Zubin Mehta.

O músico, de 30 anos, ficará pelo menos um ano na Filarmônica de Israel, período probatório que pode render uma vaga definitiva. As primeiras turnês marcadas com os novos colegas serão para Estados Unidos e Áustria, segundo ele, que no primeiro dia de outubro se apresentará como integrante da orquestra.

Atualmente, Ribeiro é trompetista da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa). Ele se licenciou por um ano, até passar o período probatório e saber se irá adaptar ao país. “Eu estou mais preocupado com o primeiro dia de ensaio, ver como é o ambiente, o funcionamento”, disse.

Mudança da família
O músico comentou que ficará na casa de uma amiga brasileira, que trabalha na filarmônica, enquanto irá procurar um lugar para morar. Vai organizar rotina e achar um teto, só então levará a esposa e as duas filhas para Israel. “Elas estão super animadas para ir”, falou. “O tempo que passei lá (em Tel Aviv) aquela vez (no período da audição), eu achei, até certo ponto, meio que parecido com a gente. Parece uma São Paulo”, disse.

Elieser Ribeiro Fernandes, músico da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Foto: João Gastao / Divulgação Ospa)Elieser pediu licença da Orquestra de Porto Alegre
(Foto: João Gastao / Divulgação Ospa)

O trompetista descobriu a vaga em Israel por meio de um site que reúne informações de emprego para músicos no mundo todo. Recebeu o convite oficial para participar da audição em Tel Aviv e em julho de 2011 iniciou os testes, com outros 17 músicos, da Alemanha, Rússia, Inglaterra e israelenses. Segundo ele, a notícia da aprovação foi dada pelo próprio Zubin Mehta.

Formação musical
Ribeiro integrou diversas sinfônicas brasileiras. Entre elas, as de Limeira (SP), Americana (SP) e Ribeirão Preto (SP), onde ficou por oito anos. Ele tem passagem também pela orquestra municipal de Campinas (SP). Natural de Sumaré, nos anos 90 ingressou na Escolinha de Música, vinculada banda sinfônica da cidade, regida pelo maestro Márcio Beltrami. Permaneceu dos 9 aos 18 anos.

As primeiras teorias musicais foram ensinadas pelo pai, Esrom Domingos Ribeiro. Ganhou um instrumento quando tinha nove anos. Outro mestre que faz questão de citar é Clóvis Beltrami, trompetista da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC). Ele teve aulas com o músico durante 12 anos.

Para ler mais notícias do G1 Campinas e Região, clique em g1.globo.com/campinas. Siga também o G1 Campinas e Região no Twitter e por RSS.

Fonte: http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2012/09/com-viagem-marcada-brasileiro-sera-trompetista-da-filarmonica-de-israel.html



Redes Sociais
Rua Rio Grande do Norte, nº477 – Funcionários - Belo Horizonte - MG | CEP: 30130-130
Telefone: (31) 3224-6673 | e-mail: fisemg@fisemg.com.br