Notícias
Primeiro-Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu,fala sobre a Rio +20

 

Israel tem o prazer de fazer parte da Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) no Rio de Janeiro. Desenvolvimento sustentável é, na realidade, fazer mais com menos. E nesta área, em fazer mais utilizando menos, Israel é difícil de ser superado.

 

Um exemplo é a água. Israel hoje é um líder mundial em eficiência no uso de água. Nós reutilizamos 77% do nosso esgoto municipal. Depois de nós, o segundo melhor país do mundo reutiliza 17%. Essa é uma diferença muito grande. Israel também é o líder mundial em irrigação por gotejamento, sendo que mais de 90% das nossas culturas irrigadas utilizam esta técnica. Devido a essas e outras inovações, os israelenses usam menos água per capita hoje do que fazíamos há algumas décadas atrás, apesar de termos mais recursos. Isso realmente supera a tendência mundial.

 

E quanto à comida? Nete campo Israel também tem sido um líder inovador. Por exemplo, há trinta anos, um visionário israelense fundou a primeira fazenda de gado leiteiro computadorizada no Kibbutz Ofikim, no Vale do Jordão. Em pouco tempo, Afikim tornou-se líder mundial na produção de leite. Hoje esse mesmo kibbutz está exportando seu know-how e informatização de fazendas para mais de 50 países ao redor do mundo.

 

Já em energia, as empresas israelenses têm sido líderes, por décadas, na tecnologia de energia solar-térmica.

 

Estas são todas as coisas que Israel já fez. Mas acredito que as contribuições mais significativas de Israel para o desenvolvimento sustentável ainda estão por vir. No que se refere à água, Israel está desenvolvendo tecnologias de ponta em dessalinização, conservação e muitas outras áreas. Nos alimentos, as principais instituições de pesquisa, como o Instituto Volcani, famoso braço de pesquisa de Israel, tem feito descobertas notáveis ​​que poderiam revolucionar a produção agrícola em todo o mundo. No campo de energia, Israel lançou uma iniciativa nacional para acabar com o pior vício do mundo - a dependência do petróleo. Este vício alimenta o terrorismo e envenena nosso planeta. Nós pr! etendemos gastar mais de 400 milhões de dólares neste programa durante a próxima década. Ao mesmo tempo, também estamos incentivando o desenvolvimento de um mercado local para os carros elétricos. Esperamos que Israel torne-se um laboratório para os carros alternativos de amanhã, assim como um centro global de tecnologias e inovações.

 

Quando se trata de desenvolvimento sustentável, o futuro em Israel promete ser muito brilhante. Hoje Israel pode ser o campeão do mundo em fazer mais com menos, mas no futuro, nós pretendemos fazer ainda muito mais com muito menos.



Redes Sociais
Rua Rio Grande do Norte, nº477 – Funcionários - Belo Horizonte - MG | CEP: 30130-130
Telefone: (31) 3224-6673 | e-mail: fisemg@fisemg.com.br