Notícias
Israel oferece ajuda à Turquia após terremoto apesar da crise diplomática

 

 

Jerusalém - O governo israelense ofereceu neste domingo ajuda à Turquia para fazer frente aos danos causados pelo terremoto em Van, apesar da profunda crise diplomática existente entre os dois países.

O ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, deu instruções ao Exército para que ofereça assistência a Ancara nas tarefas de socorro, informou o Ministério em comunicado.

Além disso, o Ministério de Relações Exteriores israelense iniciou contatos com sua contraparte turca para oferecer a ajuda que for necessária.

Analistas turcos informaram que entre 500 e mil pessoas podem ter morrido no terremoto, de 7,2 graus de magnitude que sacudiu hoje a província de Van, no leste da Turquia.

O Centro Sismológico Kandilli da Universidade do Bósforo de Istambul declarou que o tremor aconteceu 'muito perto da superfície', a apenas cinco quilômetros de profundidade, motivo pelo qual no epicentro 'foi sentindo como um terremoto de entre 8 e 9 graus'.

O terremoto foi sentido em alguns edifícios altos da cidade de Tel Aviv, no litoral mediterrâneo israelense, informou o Instituto Geofísico local.

A oferta de assistência à Turquia poderia ser um primeiro passo para melhorar as relações entre os países, estremecidas desde o assalto israelense à chamada 'Flotilha da Liberdade' em 2010, no qual comandos especiais israelenses mataram nove ativistas civis turcos.

Ancara exige desculpas e compensações às famílias das vítimas por parte de Israel, que se nega a dá-las, ao entender a participação turca na pequena frota como uma provocação e uma tentativa de romper um bloqueio marítimo sobre Gaza, que considera legal.



Redes Sociais
Rua Rio Grande do Norte, nº477 – Funcionários - Belo Horizonte - MG | CEP: 30130-130
Telefone: (31) 3224-6673 | e-mail: fisemg@fisemg.com.br